Homologação Diploma França

Tópicos em 'Assuntos Laborais' iniciados por Hugocbr, 23 Oct 2011.

  1. Hugocbr

    Hugocbr Membro

    Caros colegas,
    Dada a situação da Fisioterapia no nosso País resolvi tentar a sorte em terras Francesas..
    No entanto, o que era fácil a uns anos atrás tornou-se uma missão quase impossível hoje em dia... a dificuldade em conseguir a homologação do diploma pelas DRJSCS é incrível.. para são sempre necessários novos documentos ou medidas compensatórias... e caso haja contestação da nossa parte tentam levar o processo durante meses até darem uma resposta formal..

    Há colegas nestas situação? Algum conselho daqueles que já conseguiram as homologações através das DRJSCS?

    Cumprimentos,
  2. miguel_ok_4

    miguel_ok_4 Membro

    Olá Hugo e restantes colegas,

    De facto, a situação em Portugal está-se a tornar insustentável. Estou desempregado há cerca de dois meses, e não existe nenhuma perspectiva, até porque ultimamente não tem surgido quase nenhuma oferta de emprego (a última penso que foi no dia 4 de Outubro).

    Relativamente a França, enviei os meus documentos na quinta-feira passada, mas tenho colegas meus que já enviaram há mais tempo, e o feedback não foi muito positivo. Necessitam de fazer dois estágios (por pessoa) e só depois lhes dão a homologação do diploma, isto se a nota de estágio for positiva. Quando a fartura é muita, a barriga fica cheia.

    Nos outros países também não está fácil obter autorização. Estados Unidos da América também é muito complicado, num processo que demora mais de um ano, sem contar com aquele visto especial (atribuido arbitrariamente).

    Só me resta desejar boa sorte para todos, sabendo que muito poucos terão boa sorte neste mercado selvagem.

    Cumprimentos,

    Miguel Moço
  3. Jurema

    Jurema Membro

    Boa tarde,

    realmente nao esta de todo facil de obter a autorizaçao por frança. Estes estagios de que falam nao garantem a obtençao da autorizaçao e muitas vezes sao estagios nao remunerados, e o tempo de duraçao dos mesmos varia bastante.
    Ao que parece, as indicaçoes que as Direcçoes Gerais tem é para cortar em tudo o que conseguirem... So para terem uma noçao a ultima comissao de Rennes teve 70 pedidos de autorizacao ( ha bem pouco tempo era uma zona que ninguem queria...) e a de Marselha teve 200 por isso compreende-se a tentativa de evitarem ao maximo a empregabilidade de estrangeiros quando todos os anos saem licenciados franceses! Ao menos nao cairam no mesmo erro do nosso sistema nacional de saude!
    Realmente é tentar sempre obter a autorizaçao pk de facto as condiçoes que nos apresentam em França nao sao de todo semelhantes as portuguesas....
  4. Hugocbr

    Hugocbr Membro

    Obrigado pelas respostas!
    Aquilo que eu fico na dúvida é se existem casos de sucesso de colegas fisioterapeutas Portugueses nas DRJSCS depois destas novas politicas!!
    Eu já gastei bastante dinheiro e tempo no processo e, sinceramente, não me parece que vá conseguir a autorização.. Será compensador a colegas que pensam ir estarem a investir tempo e dinheiro na requisição da autorização?

    Algum colega que tenham conseguido nos últimos 6-8 meses a homologação em alguma DRJSCS???

    Cumprimentos
  5. Jurema

    Jurema Membro

    Sim, ha sempre quem consiga e acredito que as pessoas acabarao sempre por conseguir a autorizacao podera sim é demorar mais tempo que anteriormente e claro, acaba por ser mais cara a sua obtençao, mas considero que se houver possibilidades de continuar a tentar é sempre uma boa aposta pk depois de ca estar compensa enormemente todo o dinheiro e paciencia gastos!
  6. fabiobrito

    fabiobrito Membro

    Caros colgas,

    De facto está mesmo muito complicado conseguir sair e obter autorização para trabalhar em França apesar de segundo sei não haver previsão de esgotamento do mercado de oferta de emprego para Fisioterapeutas nos próximos tempos. Alguém sabe alguma coisa quanto ao quadro com disciplinas e estágios que recentemente estão a exigir que seja preenchido pelos serviços da escola em que tirámos o curso para termos a autorização? Têm conhecimento de pessoas que tenham sido reprovadas no estágio em França?

    Cumps
  7. Jurema

    Jurema Membro

    Bom dia,

    sim, ha pessoas a serem reprovadas com estagio realizado!
    De onde tenho conhecimento é na Bretanha, e das 69 pessoas de que falei que foram avaliadas na ultima comissao, algumas tinham ja estagio feito!
    A realizacao de estagio nao garante realmente a autorizacao; a unica coisa que podera valer-nos, e que tambem nao é garantida sera a ordem pk tem todo o interesse na obtençao de mais inscritos.
    E o que acabam por fazer aqui nao é realmente legal, pk a avaliaçao feita nao é igual em todas as zonas, e os criterios nao sao os mesmos, por isso pode-se sempre pegar por ai para começar a apertar com eles!
    De certo que a maioria das pessoas que pediu autorizaçao conhece alguem ja em frança vinda da mesma faculdade! Ora, se deram a autorizaçao a uns, tem que dar aos outros tambem! poderao sim exigir algum estagio, mas nao poderao negar a autorizaçao quando ja a deram anteriormente em situaçoes identicas....
  8. Caros colegas,

    Também estou a pensar em ir para França trabalhar mas começo a desanimar com estes relatos. :confused:

    Podem-me dizer, caso eu colabore com alguma agência, tipo seleuropa ou contexte medical, funcione como ajuda para a obtenção da autorização do exercício em França?

    É que todos os casos que conheço, 2 deles em Junho deste ano, trataram dos papeis com uma destas agências e tiveram sucesso. Foi dispendioso e demorado, mas tiveram sucesso.

    Agradecia qualquer tipo de ajuda ou conselho.

    Obrigado.
  9. Hugocbr

    Hugocbr Membro

    Não existe diferença, na altura da homologação do diploma, na escolha entre as diversas agências de recrutamento.
    Todos os processos são remetidos para as DRJSCS e, são posteriormente avaliadas pelas comissões de avaliação dos fisioterapeutas. Como a ideia geral é cortarem no que conseguirem o processo acaba sempre com respostas como documentos insuficientes, ou necessária a realização de estágios...
    Nem mesmo os cursos pós-bolonha apresentam as "qualificações" necessárias para o exercício da profissão.
    Não queremos com isto desanimar os colegas que pensam ir para França, apenas informar a real situação que terão de enfrentar!

    Cumprimentos
  10. fabiobrito

    fabiobrito Membro

    Em caso de documentos insuficientes, a DRJSCS mantém o dossier aberto até à apresentação dos documentos? Devolve os documentos e fecha o pedido de profissão nessa DRJSCS, e há a possibilidade de fazer o pedido a outra DRJSCS? Ou fica o processo fechado e ficamos impedidos de fazer novo pedido para outra DRJSCS em qualquer parte da França?



    Cumprimentos
  11. fabiobrito

    fabiobrito Membro

    Provavelmente muitos já estarão inscritos, mas para aqueles que não tenham conhecimento e estejam interessados, sugiro que adiram ao grupo "Enfermeiros e Fisioterapeutas em França" no facebook, há muitos relatos sobre o processo de autorização em França,

    Cumps.
  12. Catt

    Catt Membro

    Boa Noite.
    Neste momento encontro me na mesma situaçao que foi referida por muitos de voces neste forum, desejo obter a minha autorizaçao de exercicio em frança e tenho visto muitos entraves à mesma. Ja passei duas comissoes e a resposta foi sempre a mesma, falta de documentos relativos aos conteudos programaticos mas nao explicam muito mais. Na segunda vez completei o meu dossier com documentos que foram referenciados pela faculdade como os normalmente pedidos pela DRJSCS, documentos que a sociedade de traduçao Alliance Française que tem feito imensas traduçoes para com o mesmo objectivo tambem confirmou como os habitualmente pedidos (ficaram chocados quando pedi para traduzir um complemento de quase 300 pag com o programa do curso detalhado). Contudo pela segunda vez o resultado foi o mesmo, falta de documentos relativos ao conteudo programatico do curso. Devido à falta de esclarecimentos da parte da dita direcçao, e uma vez quem tenho deparado com uma enorme ma vontade em explicar o que quer que seja pelas pessoas responsaveis pelo processo, e neste momento me encontro num impasse sem saber que outro documento possa adicionar ao processo, gostaria que me ajudassem a esclarecer o que eles pretendem relativo ao conteudo programatico. Algum de voçes deu algum programa exaustivo do curso para obter autorizaçao? Sera isso que me vai permitir o acesso a essa autorizaçao?
    Agradeço desde ja qualquer resposta que me possa esclarecer.

    Ana Catarina Ramos

Partilhar esta página