licenciamento de clinicas de fisioterapia

Tópicos em 'Dúvidas e Questões em Geral' iniciados por antonio, 2 Jan 2008.

  1. antonio

    antonio Membro

    Olá,

    Estou a realizar um estudo de viabilidade económico-financeira para uma clinica privada de fisioterapia.
    Para tal deverá no referido estudo a legislação em vigor, bem como as demarches necessárias ao licenciamento, protocolos com seguradoras, SNS, quadro clinico.
    Toda a informação que puderem facultar, prestam-me uma considerável ajuda, uma vez que não sendo da v. àrea profissional tenho dificuldade em aceder a alguma informação.

    obrigado
  2. fisiozende

    fisiozende Membro

    Olá,

    Eu licenciei recentemente uma clínica privada e talvez te possa ajudar.

    Sei que terás de cumprir com a legislação em vigor, quer em termos dos espaços obrigatórios (para os quais são até exigidas áreas mínimas) quer em termos de acessibilidades. Os decretos-lei pelos quais terá de te reger são: 500/99 e o 123/97 (que te disponibilizo em anexo). Não esquecer que é necessário ter um fisiatra como director clínico e ainda, licenciar (depois de ter a licença camarária) na ARS (també coloco em anexo) e inscrever na Entidade Reguladora da Saúde (dá para fazer pela net).

    Relativamente aos acordos, demoram... e muito... Com o SNS e qualquer organismo do estado (ADSE, PT, EDP, Ministério da Justiça...), os protocolos estão congelados, não sendo possível estabelecer com nenhuma clínica privada. Com as seguradoras, normalmente, pedem cédulas profissionais (técnicos e director clínico), tabela de preços, licença da câmara e curriculum dos profissionais. Podes tentar os acordos com os mediadores ou escrevendo directamente para os serviços centrais das companhias.

    Espero ter ajudado e não ter esquecido de nada. Qualquer coisa, estás a vontade, no que puder ajudar, estou disponível...

    Boa sorte e bom trabalho

    View attachment lei das acessibilidades1.pdf

    View attachment DL500-1999.pdf

    View attachment decreto lei 270_99 ARS_licenciamento.pdf
  3. antonio

    antonio Membro

    Obrigado patricia,

    Já vi que os meus clientes terão mt trabalho. espero que esteja a correr bem o teu negócio.
    Se poderes facultar-me algumas informações adicionais como:
    qt cobra normalmente um fisiatra
    custo de equipamentos
    etc
    e pretenderes confidencialidade envia-me para antonio.luis.braz@hotmail.com

    Obrigado
  4. fisiozende

    fisiozende Membro

    Nada António, é para nos ajudarmos uns aos outros que participamos neste site (penso eu...)! Já agora, gostava de saber o que faz, pois deu-me a entender que não é fisioterapeuta (curiosidade apenas).

    Daquilo que sei os fisiatras costumam querer cerca de 1000/1500€ pela direcção clínica mais uma percentagem nas consultas, que pode ir até aos 70%. Nós temos que ter bom poder de negociação, senão eles comem-nos vivos...lol

    Em relação aos aparelhos, são caros, bastante caros, mas devemos investir em boas máquinas... é preciso ter isso em atenção. Posso te dizer alguns preços do material que comprei.

    Em termos de ginásio:

    - Bicicleta Reclinada: 2560€
    - Passadeira: 3000€
    - As máquinas de fortalecimento muscular: 3900€ e 5000€
    - Espelho quadriculado: 348€
    - Colchão elevado: 800€ (se os seus clientes tiverem conhecimentos na área da carpintaria poderão mandar fazer, fica mais barato)

    Em termos de Electroterapia e Termoterapia:

    - Microondas: 4500€
    - Multi-correntes: 1895€
    - Combo (correntes e US): 2495€
    - US: 1295€
    - Hidrocolector 12 compressas quentes: 1350€
    - O de frio não sei o preço pois optei por uma arca mas sei que é mais caro que o de quente
    - Pressões Alternas Sequenciais: 1800€ + 230€ cada perna + 190€ cada braço
    - Marquesas madeira: 270€
    - Se optar por uma escada dinâmica: 8950€

    Depois os outros materiais são mais acessíveis, apenas coloquei aqui a maior fatia do bolo, apesar de tudo ser caro...

    Novamente te digo que espero ter ajudado e qualquer dúvida, não hesite.

    Se preferir: ftpaty@gmail.com

    Cumprimentos
  5. antonio

    antonio Membro

    Boa noite Patricia,

    Sou economista e realizo projecto de viabilidade para fundos comunitários, financiamentos bancários, investimentos, etc.
    Como imaginas tenho feito para diversas àreas de actividade, agora tenho um cliente que equaciona investir numa clinica de fisioterapia, como não conheço a actividade, a legislação que a rege, nem tão pouco os custos associados, persquisei na net e encontrei o v. forúm.
    Se verificares tive o cuidado de manifestar que não sou da v. àrea, o que me faz sentir um pouco um "intruso", contudo tenho que me inteirar das diversas àreas em que realizo estudos de viabilidade para conhecer os pontos fortes e fracos do negócios, ponderar o risco, etc.
    Li aqui no forum que a lei não é clara quanto à obrigação da existência de um fisiatra? qual é a tua opinião?

    Agradeço a tua disponibilidade.
    Last edited: 5 Jan 2008
  6. fisiozende

    fisiozende Membro

    Olá António,

    Realmente a lei não é muito clara e, pior, existe um contra-senso e a defesa dos interesses dos lobby's. É assim, pela lei, um fisioterapeuta é um técnico com poder de avaliação e prescrição de cuidados na área da fisioterapia, no entanto, não pode assumir a direcção clínica, que terá de ser de um fisiatra...

    Isto apenas serve para os proteger, só que esquecem-se que a lei deveria ser alterada, pois existem neste momento poucquissimos fisiatras disponíveis no mercado... enfim.

    Para trabalharmos no privado, sem problema, em vez de colocarmos o nome de clínica, colocamos gabinete e temos o assunto arrumado, uma vez que os gabinetes não necessitam de fisiatra. O problema maior se põe quando queremos fazer acordos com seguradoras e outras entidades, exigem mesmoo fisiatra.

    É a pouca vergonha em que está este país...

    Cumprimentos,
  7. ftnunosilva

    ftnunosilva Membro

    Já agora, António, em termos de QREN, conseguimos ir buscar alguns apoios a fundo perdido ou, pelo menos, a juros 0?

    Muito obrigado

    Nuno Silva
  8. FMA

    FMA Membro

    (Já não é o 123/97 mas sim o 163/2006)
    Na minha modesta opinião, será penoso rentabilizar uma clínica num espaço com área inferior 300m2.
  9. fisiozende

    fisiozende Membro

    Olá,

    Pois, realmente o decreto-lei foi revisto e o que se encontra em vigos é o 163/2006. No entanto, as alterações apenas dizem respeito aos locais onde deve ser aplicada a lei, de modo que ainda refiro o 123/97.

    Relativamente ao espaço de 300 m2 para rentabilizar uma clínica, tenho de discordar profundamente. Primeiro porque não necessitas de um espaço tão grande para fazer uma clínica com óptimas infra-estruturas e espaços de sobra em termos de circulação, gabinetes, salas de apoio, etc. Segundo, quanto custa manter um espaço dessa dimensão? Será fácil conseguir fazer face as despesas? Não o é, posso garantir. As coisas não são assim tão simples e lineares.

    No meu caso, por exemplo, a minha clínica possui uma área de 240m2, é bastante rentável e tem os espaços todos necessários, com as áreas exigidas na lei (e em alguns casos até maiores) e foi criado um ambiente amplo e agradável. Tudo vai depender da competência do projectista que fizer o projecto para o espaço.

    Cumprimentos,
  10. Regina

    Regina Membro

    Agora fiquei completamente baralhada... À quem diga que não é necessário fisiatra quando se trata de gabinete... e à tb quem diga, que apesar de gabinete tem que ter fisiatra....

    Já que está dentro do assunto, podia-me esclarecer por favor?

    Cumprimentos,

    Regina Caldas
  11. FMA

    FMA Membro

    Acredito que a sua clínica seja bastante rentável (ainda bem!). O que eu quis transmitir é que, se nos abstrairmos de algumas variáveis muito importantes (zona, convenções, etc...) e face às exigências de áreas para sanitários, vestiários, áreas de circulação, será mais fácil rentabilizar espaços acima dos 300m2...Para além disso os espaços mais pequenos ficam, à partida, com a sua capacidade de expansão extremamente comprometida.
  12. fisiozende

    fisiozende Membro

    FMA
    Desculpa, mas terei de continuar a discordar contigo. Os espaços menores têm também potencial, mesmo com todas as estruturas obrigatórias. A rentabilidade de uma clínica não se encontra apenas na sua área, mas também na forma como a organizas e como é construído o teu projecto. Um bom projectista, faz milagres. Claro que espaços demasiado pequenos não nos permitem expandir e, muitas vezes, sequer existe espaço para se poder organizar o material, mas daí a falar numa área como 300m2, também acho que é demais.

    Regina
    Se for um gabinete privado, sem acordos com as instituições que exigem um fisiatra, não és obrigada a ter. Apenas terás de ter um fisiatra se quiseres fazer acordos e estes, exijam a consulta de fisiatria na tua clínica. No caso de gabinetes sem acordos ou mesmo aqueles cujos acordos aceitam que a consulta de fisiatria seja feita noutra clínica, não precisarás do fisiatra.
  13. 310174

    310174 Membro

    olá Patricia

    Quero abrir um gabinete de fisioterapia (sem fisiatra e sem acordos). Gostava de saber o que é necessário em termos de licenciamentos etc.
    Não faço uma pequena ideia do que é necessário... Obrigada
  14. FisioLipa

    FisioLipa Membro

    Olá!

    Li aqui uma conversa acerca do licenciamento das clínicas e o facto de os acordos com a segurança social estarem congelados, achei curioso um assunto que passo a citar aqui. Trabalho numa clínica a cerca de 2 meses e deparei-me com uma realidade que nunca tinha ouvido falar. Esta clínica encontra-se aberta a acerca de 4 meses e trabalha com a Segurança Social por “reembolso” . Agora vocês devem perguntar o que é isto… bem, o doente vem aos tratamentos, a clínica envia os recibos dos tratamentos para a Segurança Social e depois os doentes recebem o dinheiro dos tratamentos na sua própria casa, assinando um acordo com a clínica que mal recebam o montante vêm pagar os tratamentos. Estranho, não é?

    Filipa
  15. sonia

    sonia Membro

    E as pessoas vão lá pagar?! Ainda bem que ainda há pessoas honestas!!! :lol:
    Por acaso nunca tinha ouvido falar nisso mas é sempre mais uma alternativa.:biggrin:
  16. Hélder Abreu

    Hélder Abreu Membro

    É semelhante ao sistema de saúde Francês. Só que lá as pessoas pagam o valor total ao prestador de cuidados de saúde e são posteriormente reembolsadas pela Segurança Social. E pode-se dizer que desta formas, as coisas trabalham muito melhor.
    Agora neste caso é bastante arriscado as pessoas ficarem a dever:confused:.
  17. fisiozende

    fisiozende Membro

    Realmente essa história é um pouco estranha, para não falar do risco que a clínica corre. Claro, o utente pode nunca vir nos pagar...

    Relativamente a duvida colocada sobre o licenciamento, mesmo os gabinetes que não necessitam de fisiatra, têm de ser licenciados e, para isso devem seguir o DL 500/99.

    Cumprimentos,
  18. Ana Reis

    Ana Reis Membro

    Olá Patrícia, já que estás tão por dentro dos licenciamentos de unidades de Fisioterapia gostava de te fazer uma pergunta, se não for incomodo.

    Estou a tentar licenciar o meu gabinete, mas não sei em que entidades.
    O delegado de saúde da minha região diz-me que a nível da ARS não me posso licenciar por não ter um médico fisiatra. Isto depois de ter seguido à risca o DL 500/99.
    A minha questão agora é em que entidades me necessito de licenciar enquanto gabinete de fisioterapia?

    Agradeço desde já a tua disponibilidade,

    Aguardo resposta,

    Cumprimentos,

    Ana Reis
  19. fisiozende

    fisiozende Membro

    Olá Ana,

    Realmente, não poderás licenciar nem na ARS nem na ERS pois ambas exigem o tal fisiatra.

    O único licenciamento que terás de fazer será o da Câmara Municipal, para teres a licença de utilização do teu espaço, não vá a ASAE resolver chatear... lol

    Cumprimentos,

    Patrícia Vieira
  20. luis silva

    luis silva Membro

    ja agora...enviei um mail a asae para que me explicassem o que borocracias seriam necessarias para o licenciamento de clinicas e gabinetes e esta foi a resposta que me deram:

Partilhar esta página